AVISO

Imagem do Dia


Asteróide Ida e a sua lua Dáctilo

Ditos

"Tudo deveria ser feito da forma mais simples possível, mas não mais que isso."
- Albert Einstein


Samfing is rong hir

2016-03-17
18.Mar.- 24.Mar.2016 (Portugal)

Domingo dia 20 depois das 4:29 h podemos dizer bem alto “Chegou a primavera!”. Enfim, o tempo é relativo, por isso há também alguns locais onde a expressão passa para “Cheguei à primavera!”.

Em todo o caso, significa esse momento no tempo, que a Terra passa na sua órbita pelo ponto vernal. Também é chamado o ponto de Áries (Carneiro), pois supostamente é a constelação sobre qual o Sol se encontra projetado, ou seja, o sol devia estar no Carneiro. Por isso, quem nasce nos 30 dias a seguir ao dia 20.3 é considerado pertencer ao signo de Carneiro. O dilema, para todos os aficionados dos horoscópios, é o facto de o Sol se encontrar na constelação dos Peixes. Pelo menos desde o ano 500 A.C. (antes da contagem) o sol não esteve em Carneiro nem no início, nem ao longo de todas as primaveras.

Chamamos também a transição para a primavera o equinócio. Desses há dois. O outro equinócio dá-se no início do outono. Outro engano, embora ligeiro, prende-se com a origem da palavra. Equinócio vem do latim aequus – igual, e nox – noite, ou seja, noites iguais ou (dia) igual à noite. Isto sugere, e por vezes assim é propagado, que a noite tem igual duração como o dia. Infelizmente, isto não está certo. Para a nossa latitude, a verdadeira igualdade do comprimento da noite e do dia deu-se este ano no dia 15 passado. Mais a norte no globo isto ocorre mais perto do dia 17.



Vai ser primavera para quem gosta, mas será outono para os antípodas. Crédito: GRM


Sistema solar para quase todos os gostos
Estes dias abrangidos pela crónica são marcados por uma variedade de momentos orbitais cruciais no sistema solar ou vistos a partir da Terra. Aqui referimos apenas os mais relevantes.
Dia 20, como já descrito, é o equinócio para a Terra, mas também o afélio para Vénus e Marte nasce à meia-noite.
Dia 22, a lua e Júpiter estão em conjunção (depois da meia-noite), enquanto o planeta anão Makemake passa pela oposição.
Dia 23 é noite de lua cheia, enquanto Mercúrio passa pela conjunção inferior. Para os habitantes e visitantes do centro e oeste dos EUA, todo o Pacífico, Austrália e o leste da Ásia é noite de eclipse penumbral da Lua.
Dia 25, já no tempo da crónica seguinte, Saturno torna-se retrógrado.

Não devia ser um quebra-cabeças
Se excluímos Makemake há aqui um pequeno desafio para alunos (7º ano ou acima) e todos os que resolvem assuntos através do pensamento (ou seja, sem pesquisa na net ou utilização de software de simulação de órbitas). As informações acima sobre o sistema solar para os dias 20 até 25 são o suficiente para que, junto com a imagem em baixo, seja possível assinalar nessa mesma imagem as posições corretas de todos os planetas até Júpiter. Com um pouco esforço mental até consegue assinalar a direção de Saturno. A imagem só vai até à órbita de Marte. A direção de Júpiter e de Saturno pode ser assinalada com setas perto do bordo.



As órbitas dos planetas do sistema solar interior à escala. A marca vermelha corresponde ao ponto vernal. As marcas verdes assinalam o ponto do respetivo periélio. Utilizando as informações sobre os dias 20-23 é possível desenhar as posições dos planetas até Júpiter. Bónus ou menção honrosa para quem resolve a posição de Saturno. Crédito: Grom/NUCLIO


Quer experimentar? Envie um email com a sua versão da imagem editada para o contacto das crónicas (ver umas linhas mais em baixo). Convém indicar a razão de ter colocado os planetas nos respetivos pontos ou não poderemos apreciar a sua contribuição.
Para professores: Se precisar de apoio ou uma imagem maior, o contacto é o mesmo.

Contacto para as crónicas sobre a atualidade celeste: ceu@astronomia.pt