AVISO

Imagem do Dia


NGC 6960 - Nebulosa do Véu (parte Oeste)

Ditos

"Para inventar, você precisa de uma boa imaginação e de um monte de tralha."
- Thomas A. Edison


O Jogo do Nome Cósmico

2015-09-03

Créditos: ESO
Tem um animal de estimação? Como se chama? (Se não tem um animal de estimação imagine que nome lhe daria caso o tivesse). Agora imagine que o seu animal de estimação tinha dez bebés. Que nomes lhes daria? Agora imagine que cada um deles tinha mais dez bebés como se iriam chamar?

Se continuássemos a seguir este esquema rapidamente iria esgotar nomes. Imagine o que é dar nomes a todos os fantásticos objetos cósmicos do céu noturno. Precisaria de uma imaginação infinita!

Algumas centenas dos objetos mais brilhantes do espaço têm nomes convencionais tais como, Júpiter, Bellatrix ou Andrómeda mas a maioria dos outros objetos tem designações que misturam letras e números. Podemos compará-los de alguma forma a um catálogo de compras em que as letras correspondem a um código do nome e os números à página. Por exemplo, o enxame de estrelas na imagem tem o desinteressante nome de IC4651.

Este enxame foi observado e registado pela primeira vez no “Index Catalogue”, daí o nome IC. Os algarismos dão-nos a forma de encontrar o enxame no catálogo. Por exemplo, este enxame estelar seria o objeto 4651 na lista do catálogo. Os nomes não são fantásticos, mas é mais fácil do que tentar pensar em milhões de nomes diferentes!

Os astrónomos têm vindo a tomar nota dos nomes, localizações e características de objetos do céu noturno desde a antiguidade. O primeiro catálogo cósmico foi criado há cerca de 4.000 anos atrás pelos babilónios! E hoje em dia ainda estão ser criados novos catálogos de estrelas. Em 2014, os astrónomos fizeram um catálogo com mais de 84 milhões de estrelas da nossa Via Láctea!

Facto Curioso: Um dos catálogos mais famosos é o Catálogo Messier. Para descobrir os 110 objetos fantásticos deste catálogo experimente jogar o Bingo Messier em http://lcogt.net/messierbingo/

Este Space Scoop é baseado nos relatórios de imprensa do: ESO

Link para a noticia original: http://www.unawe.org/kids/unawe1536