AVISO

Imagem do Dia


NGC 520

Ditos

"A imaginação é mais importante que o conhecimento..."
- Albert Einstein


Um pulsar com muita calma!

2012-02-09

Créditos: NASA/CXC/Univ. Potsdam/L. Oskinova et al.
Coisas estranhas acontecem às estrelas quando ficam sem combustível. Isto porque o combustível não gera apenas luz e calor - é necessário para impedir as estrelas de colapsar! Este é um problema, que a estrela branca, que brilha intensamente, no lado direito da foto já enfrentou.

Quando estrelas de grandes dimensões gastam o seu combustível, as suas camadas exteriores de gás explodem. A esta explosão chama-se supernova. O núcleo da estrela escapa à explosão, mas começa a colapsar sobre si mesmo, comprimindo o que resta da estrela numa pequena bola. Foi o que aconteceu com esta estrela.

Após o colapso, a pequena estrela é então chamado de estrela de neutrões. A estrela de neutrões, tem uma massa cerca de duas vezes a do nosso Sol, mas reduzida a uma bola que tem apenas 24 quilómetros de diâmetro - que é cerca de 60.000 vezes inferior ao da nossa estrela!

Algumas estrelas de neutrões, como a aqui fotografada, giram e emitem um feixe de luz poderoso dos seus pólos norte e sul. Este tipo de estrelas de neutrões é chamado de pulsares. Só podemos ver o feixe de luz de um pulsar quando ao girar ele aponta na nossa direcção - como um farol!

A maioria dos pulsares giram incrivelmente rápido, alguns giram várias vezes por segundo. Mas o pulsar nesta foto é mais “descontraído” e só gira uma vez a cada 18 minutos! Por que gira tão lentamente é um mistério para os astrónomos.

Facto curioso: Quando os astrónomos descobriram um pulso regular da luz que vem do que hoje chamamos de pulsares, ficaram intrigados. Na verdade, o primeiro pulso de luz a partir do espaço foi apelidado de "Pequeno Homem Verde", porque era possível que o sinal fosse enviado por extraterrestres!

Para mais informação Este Space Scop é baseado nos relatórios de imprensa do Observatório de Raios- X Chandra da NASA : http://chandra.harvard.edu/

Link para a noticia original: http://www.unawe.org/kids/unawe1151/