AVISO

Imagem do Dia


Palete de cores em Marte

Ditos

"A minha religião consiste numa humilde admiração pelo espírito superior ilimitado que se revela nos pequenos detalhes que podemos perceber com as nossas frágeis e débeis mentes."
- Albert Einstein


O Hubble bate o recorde de distância cósmica

2016-03-16

Créditos: NASA, ESA, and P. Oesch (Yale University)
O Universo começou com o Big Bang há cerca de 14 milhares de milhões de anos. Todo o Universo estava dentro de uma pequeníssima bolha, milhares de milhões de vezes mais pequena que uma cabeça de alfinete. Até que de repente... o Universo que conhecemos ganhou vida.

Em menos de um segundo, o Universo cresceu de um tamanho mais pequeno do que um cabelo para um tamanho maior do que uma galáxia. E continuou a crescer. De facto, o Universo continuou a expandir-se até hoje, crescendo cada vez mais.

Há muitos anos atrás, um senhor chamado Edwin Hubble reparou que as galáxias mais afastadas de nós pareciam mais vermelhas do que o normal. Chamamos a este efeito “desvio para o vermelho”. A sua luz parece vermelha porque as galáxias se afastam de nós a toda a velocidade. E as que estão mais longe movem-se mais rápido!

Usando a mesma técnica do Hubble (e um telescópio espacial que tem o seu nome), os astrónomos acabam de bater o recorde de distância espacial, ao medir a distância entre nós e a galáxia mais longínqua jamais descoberta no Universo!

Esta nova galáxia encontra-se à incrível distância de 13 mil milhões de anos-luz da Terra, ou seja, 150 milhões de anos-luz mais distante que a última detentora do título! A luz que recebemos desta galáxia atravessa o espaço desde que o Universo tem 400 milhões de anos, pouco tempo depois da formação das primeiras estrelas.

Facto Curioso: Esta galáxia distante é minúscula comparada com a nossa galáxia, a Via Láctea. Mas o seu tamanho não lhe retira importância: formam-se 20 vezes mais estrelas do que na Via Láctea.

Este Space Scoop é baseado nos relatórios de imprensa do: Hubble

Link para a notícia original:http://www.spacescoop.org/1606