AVISO

Imagem do Dia


SN 1006

Ditos

"Só começaremos a perceber como o Universo é simples quando reconhecermos quão estranho ele é."
- John Wheeler


Tudo começou com um Big Bang... Mas quando?

2013-03-24

Créditos:ESA-Planck Collaboration
Já alguma vez imaginou viajar até ao início do tempo e ver todo o universo? Agora, pode fazê-lo observando esta imagem! O telescópio espacial Planck, tem vindo a observar a luz mais antiga do mundo, logo após o início do universo! Estas observações foram agora reunidas neste mapa, mostrando a forma do universo quando era muito jovem. Pode observar manchas azuis e vermelhas, que são as antigas 'sementes' das galáxias e estrelas de hoje!

A maioria dos astrónomos acredita que o universo, começou com um Big Bang há 13,7 mil milhões de anos atrás. Anteriormente, todo o universo estava compactado dentro de uma bolha milhares de vezes menor que a cabeça de alfinete. Depois, de repente expandiu-se e o universo que conhecemos nasceu. A fraca luz coletada pelo Planck é a chamada radiação cósmica de fundo. Preenche todo o universo, envolvendo a Terra em todas as direções. Há quem lhe chame um ‘eco do Big Bang', porque se tratar da primeira luz no universo logo após seu início ‘explosivo‘.

Atualmente, os cientistas pensam que o padrão de manchas deste mapa é a prova sólida da teoria do Big Bang, só que efetivamente, aconteceu há 13,8 milhares de milhões de anos atrás. Isso significa que o universo é 80 milhões de anos mais velho do que pensamos! Para lá desta nova descoberta espetacular, o mapa contém alguns mistérios curiosos: por que há mais manchas quentes, vermelhas, na metade inferior do mapa? O que causou o grande ponto frio no meio? Talvez, um dia, seja o primeiro a resolver estes mistérios!

Facto Curioso: A radiação cósmica de fundo quando foi criada era incrivelmente quente, mas durante os últimos 13 milhares de milhões de anos, tem esfriado drasticamente. Hoje, está apenas 2,7 graus acima do zero absoluto – a temperatura mais baixa possível (−273 ° C).

Este Space Scoop é baseado na Nota de Imprensa Científica da ESA

Link para a noticia original: http://www.unawe.org/kids/unawe1322/