AVISO

Imagem do Dia


NGC 520

Ditos

"O mais importante é nunca parar de se questionar."
- Albert Einstein


Céus escuros mostram estrelas brilhantes

2013-01-02

Créditos:ESO. Agradecimentos: VPHAS+ Consortium/Cambridge Astronomical Survey Unit
Na maioria das situações, a luz ajuda-nos a ver. Mas quando se trata de olhar para o céu noturno, a luz na realidade bloqueia-nos a visão. As luzes da rua e os faróis do carro estragam a nossa observação das estrelas, planetas e mesmo da Via Láctea, a nossa galáxia. Devia ser capaz de ver cerca de 2.500 estrelas a olho nu, mas se vive numa cidade ou numa grande cidade, provavelmente verá menos de 10 estrelas numa noite normal!

Esta incrível imagem, mostra os enxames de estrelas brilhantes e remoinhos de coloridos gases da Nebulosa Carina: uma enorme extensão de gás, poeira e estrelas, situada em pleno coração da Via Láctea. Se vive no hemisfério sul, deve ser capaz de ver este enorme objeto no céu à noite, mesmo sem a ajuda de um telescópio. Mas, como muitas outras maravilhas do cosmos, a nebulosa de Carina tornou quase invisível nas cidades, devido à poluição luminosa.

Felizmente para nós, os astrónomos construíram grandes e poderosos telescópios para aumentar o zoom em bilhões e bilhões de quilómetros e tirar fotos como esta. Esta imagem foi tirada de um grande telescópio no meio de um vasto deserto no Chile, longe do menor indício de uma luz de rua. Captura a beleza e os detalhes da Nebulosa Carina, os pilares escuros de poeira, dividindo as nuvens de gases incandescentes e aglomerados de jovens estrelas brilhantes.

Facto Curioso: Em 2012, milhares de cidades de todo o mundo desligaram todas as suas luzes durante uma hora para celebrar e proteger o nosso planeta. Mesmo os astronautas na estação espacial internacional participaram! Se quer manter os nossos céus noturnos escuros e as estrelas brilhantes, visite Dark Skies Awareness e veja como pode ajudar!

Este Space Scoop é baseado nos relatórios de imprensa da ESO : http://www.eso.org/public/portugal/news/eso1250/

Link para a noticia original: http://www.unawe.org/kids/unawe1264/
Nota: em Portugal existe um programa e concurso dedicado à problemática da poluição luminosa:
http://dsr.nuclio.pt.