AVISO

Imagem do Dia


SN 1006

Ditos

"Nós devemos fazer o melhor que podemos. Esta é uma responsabilidade sagrada da humanidade. "
- Albert Einstein


Visitante inesperado apanhado pela câmara no céu nocturno!

2012-01-27


Créditos G.Blanchard(eso.org/~gblancha)/ESO


Os cientistas já lançaram muitas naves espaciais para estudar os objectos do sistema solar mas apenas uma viajou até ao limite do sistema solar. O seu nome? Voyager 1.

A Voyager 1 levou mais de 30 anos a fazer esta incrível viajem, pode assim imaginar, o entusiasmo e expectativa dos astrónomos quando a Terra é visitada por objectos exteriores ao sistema solar!

Esta foto mostra um objecto chamado cometa Lovejoy, visível nas noites do passado mês de Dezembro. Os cometas são formados por gelo, poeiras e rocha pelo que são algumas vezes chamados de bolas de neve sujas. Originalmente, provêem de regiões distantes, na zona exterior do sistema solar, mas descrevem um movimento em torno do Sol tal como fazem os planetas. Isto significa, que por vezes se aproximam da Terra e podemos observá-los no céu nocturno. À medida que os cometas se aproximam do Sol, algum do seu gelo começa a evaporar, formando-se a bela “cauda” do cometa.

Os astrónomos pensaram que esta “visita” do cometa Lovejoy iria acabar por destrui-lo, devido às elevadas temperaturas do Sol. No entanto surpreendentemente o cometa sobreviveu!

O astrónomo Gabriel Brammer realizou um fantástico vídeo que pode observar em: http://www.eso.org/public/videos/eso1153a/. Gabriel estava a terminar o seu turno nocturno no observatório astronómico situado no deserto do Chile (América do Sul) quando o cometa apareceu mesmo antes do amanhecer. Que maravilhosa visão após uma noite de duro trabalho!

Astronautas da Estação Espacial Europeia também filmaram o cometa Lovejoy. Pode ver a forma como observaram o cometa do espaço em: http://www.nasa.gov/multimedia/videogallery/index.html?media_id=125774121/

Facto interessante: Mesmo que o cometa Lovejoy sobreviva a outra viajem em torno do Sol só será visível daqui a 314 anos!

Link para a noticia original: http://www.unawe.org/kids/unawe1205/