Imagem do Dia: Enxame de galáxias Abell 1689

2003-03-20

Crédito: NASA, N. Benitez (JHU), T. Broadhurst (The Hebrew University), H. Ford (JHU), M. Clampin(STScI), G. Hartig (STScI), G. Illingworth (UCO/Lick Observatory), the ACS Science Team and ESA.
Telescópio: Hubble Space Telescope (NASA/ESA).
Instrumento: Advanced Camera for Surveys / Wide Field Camera (ACS/WFC).
Na direcção da constelação da Virgem, Abell 1689 é um enxame de galáxias a 2,2 mil milhões de anos-luz (675 Mpc). O efeito da gravidade devido aos biliões de estrelas do enxame e ainda à matéria escura provoca o fenómeno conhecido como lente gravitacional - a luz proveniente das galáxias que se encontram por detrás da lente é curvada e ampliada até chegar a nós. Centenas de galáxias a muitos milhares de milhões de anos-luz, representando o Universo de fundo, são ampliadas e observadas aqui como arcos azuis e vermelhos de luz, entrelaçados com as galáxias pertencentes ao enxame Abell 1689. Esta imagem revela mais galáxias remotas do que se tinha detectado até agora, sendo que algumas são duas vezes menos brilhantes do que as fotografadas no Hubble Deep Field (Campo Profundo do Hubble), que constituía o limite anterior de sensibilidade do telescópio. Espera-se que a análise detalhada desta imagem ajude a avançar o nosso conhecimento sobre a matéria escura, pois o fenómeno das lentes gravitacionais pode permitir aos astrónomos mapear a distribuição de matéria escura nos enxames das galáxias.
 

Outras Imagens do Dia:
2020-01-28 - Nebulosa do Cone
2020-01-27 - IC 5146 - Nebulosa do Casulo
2020-01-26 - NGC 1316
2020-01-25 - Clavius
2020-01-24 - Mz 3 - Nebulosa da Formiga
2020-01-23 - Estrela Herbig Ae/be LkHa 198
2020-01-22 - Cadeia de crateras em Ganimedes
2020-01-21 - Galáxia M 87
2020-01-20 - Sírius - A estrela mais brilhante do céu nocturno
2020-01-19 - NGC 6302 - Nebulosa planetária da Borboleta


Mais Imagens...