Imagem do Dia: Enxame globular M 80

2020-01-05

Crédito: NASA & The Hubble Heritage Team (STScI/AURA).
Telescópio: Hubble Space Telescope (NASA/ESA).
Instrumento: Wide Field Planetary Camera 2 (WFPC2).
M 80, também catalogado como NGC 6093, é um dos enxames globulares conhecidos mais densos da nossa Galáxia. A 27 mil anos-luz de nós, na constelação do Escorpião, este aglomerado possui centenas de milhares de estrelas ligadas gravitacionalmente entre si. Os enxames de estrelas são extremamente importantes no estudo da evolução estelar, pois todas as estrelas ter-se-ão formado da mesma nuvem molecular na mesma altura, mas com diferentes massas. Por isso, apesar de todas as estrelas terem a mesma idade, encontram-se em diferentes estágios de evolução consoante a sua massa inicial. A análise desta imagem permitiu identificar um número elevado de estrelas do tipo blue stragglers no centro do enxame, um tipo de estrelas que se acredita resultar da colisão e fusão de duas estrelas. Estas tendem a parecer anormalmente jovens e de massa mais elevada do que as restantes estrelas do enxame. Sabe-se agora que M 80 contém mais do dobro de blue stragglers do que qualquer outro enxame globular observado pelo Hubble.
 

Outras Imagens do Dia:
2020-10-31 - Fontes intensas de raios-X em M 101
2020-10-30 - Aglomerado globular M 14 (NGC 6402)
2020-10-29 - Mz 3 - Nebulosa da Formiga
2020-10-28 - Formação de estrelas em L1641N/NGC 1999
2020-10-27 - Nuvem escura RCW 108
2020-10-26 - Enxame aberto M 23 (NGC 6494)
2020-10-25 - Constelação do Escorpião
2020-10-24 - Jactos de raios-X na nebulosa "Pata de Cavalo" (M17)
2020-10-23 - Chajnantor
2020-10-22 - Anéis de Saturno vistos pela Cassini


Mais Imagens...