Imagem do Dia: Cometa Hale-Bopp

2017-11-28

Crédito: European Southern Observatory (ESO).
Telescópio: MPG/ESO 2.2-m telescope (La Silla Observatory, ESO).
Instrumento: Wide-Field Imager (WFI).
O cometa Hale-Bopp enriqueceu as nossas noites quando passou pelo sistema solar interior em 1997. Observável a olho nu, era a imagem de um cometa clássico, com uma cabeça brilhante e uma extensa cauda. Depois, seguiu o seu trajecto afastando-se do Sol, e em Março de 2001 encontrava-se a meio caminho entre as órbitas de Saturno e Úrano. Devido à elevada inclinação da sua órbita, podia ser visto a sul da Grande Nuvem de Magalhães, na constelação do Dourado. Esta imagem, obtida em Março de 2001, mostra que o famoso cometa ainda se encontrava activo apesar de se situar a 2 mil milhões de quilómetros do Sol. Repare-se na enorme coma que ainda possui, e no jacto encurvado na coma, formado por poeira e gás a escapar-se do núcleo. A extensão total do cometa é ainda de pelo menos 2 milhões de quilómetros. Esta imagem é uma composição de exposições obtidas em 3 noites diferentes. Devido ao movimento do cometa durante esse tempo, aparecem várias imagens de cada estrela na composição final.
 

Outras Imagens do Dia:
2020-01-20 - Sírius - A estrela mais brilhante do céu nocturno
2020-01-19 - NGC 6302 - Nebulosa planetária da Borboleta
2020-01-18 - Hodge 301 - Nebulosa da Tarântula
2020-01-17 - Tagus Vallis em Marte
2020-01-16 - Nebulosa M 43 (NGC 1982)
2020-01-15 - Rhea vista por Cassini
2020-01-14 - Tempestades em Saturno
2020-01-13 - Cometa Hyakutake
2020-01-12 - Colunas de gás e poeira na nebulosa da Águia (M 16)
2020-01-11 - B 33 - Nebulosa da Cabeça do Cavalo


Mais Imagens...