Imagem do Dia: Cassiopeia A - Fragmentos de uma estrela

2014-01-23

Crédito: NASA, Hubble Heritage Team (STScI/AURA).
Telescópio: Hubble Space Telescope (NASA/ESA).
Instrumento: Wide Field Planetary Camera 2 (WFPC2).
Há 300 anos atrás, uma estrela na constelação Cassiopeia terminou a sua vida de uma forma cataclísmica, dando origem a uma supernova. Os restos mortais desta explosão são conhecidos por Cassiopeia A (Cas A). Cas A é a remanescente de supernova mais jovem que se conhece na Via Láctea. A estrela que lhe deu origem era uma estrela de elevada massa, com uma massa cerca de 15 a 25 vezes a massa do Sol. Estrelas como esta vivem pouco tempo. Elas esgotam o seu "combustível" nuclear em poucos milhões de anos, cerca de 1000 vezes mais rapidamente que o Sol. Depois de esgotado o combustível, a estrela inicia uma série de processos que a levam à explosão final dramática. As diferentes cores perceptíveis na imagem correspondem a restos onde diferentes átomos estão a emitir. Os fragmentos azuis correspondem a zonas ricas em oxigénio, os vermelhos a zonas ricas em enxofre.

 

Outras Imagens do Dia:
2020-09-25 - Nebulosa Tromba de Elefante em IC1396
2020-09-24 - Nebulosa Vassoura da Bruxa (NGC 6960)
2020-09-23 - M6 (NGC6405) - Enxame da Borboleta
2020-09-22 - Remanescente de supernova N63A
2020-09-21 - Uma pequena janela para o Universo
2020-09-20 - Hodge 301 - Nebulosa da Tarântula
2020-09-19 - Nebulosa Rectângulo Vermelho (HD 44179)
2020-09-18 - Nebulosa planetária Stingray
2020-09-17 - Nebulosa de Orion (M 42)
2020-09-16 - Nebulosa da Tarântula


Mais Imagens...