Imagem do Dia: Anel de Diamante

2010-08-24

Crédito: Pedro Ré.
Telescópio: Takahashi FS60C F/5.9.
Instrumento: Câmara fotográfica digital DSLR - Canon 350D.
O chamado "Anel de Diamante" é um dos efeitos mais espectaculares que um eclipse solar
total proporciona. Captado por Pedro Ré durante o último eclipse visível no Egipto, este efeito
marca o fim do período de totalidade. Ao contrário do que por vezes se julga, não existe nenhum
perigo em se observar o Sol a olho nu durante o período de totalidade. Aliás, só assim se poderá
observar a magnífica coroa solar visível durante esse breve período. Pode mesmo olhar-se através de
uns binóculos ou um telescópio e desfrutar do espectáculo de uma forma mais intensa. No entanto, o observador deverá estar atento e certificar-se que não se encontra a olhar para o Sol sem protecção quando o "anel de diamante" ocorre. O feixe intenso de luz que se regista nesse momento poderá, nessa altura, causar danos irreparáveis na nossa retina.
 

Outras Imagens do Dia:
2019-07-19 - A Via Láctea no Infravermelho
2019-07-18 - Astrónomos na Noite
2019-07-17 - Nebulosas do "Coração" e da "Alma"
2019-07-16 - Enxame de estrelas RCW38
2019-07-15 - Nebulosa da Tarântula
2019-07-14 - Nebulosa de emissão NGC 6820
2019-07-13 - Nebulosa planetária Henize 3-1475
2019-07-12 - Vida em Marte?
2019-07-11 - Titã em Infravermelho
2019-07-10 - Vénus, Júpiter e Spica


Mais Imagens...