Imagem do Dia: Remanescente de supernova "Cygnus Loop"

2010-04-15

Crédito: Hester Arizona State University & NASA.
Telescópio: Hubble Space Telescope (NASA/ESA).
Instrumento: Wide Field Planetary Camera 2 (WFPC2).
Esta é uma imagem de uma pequena porção do remanescente de supernova Laço do Cisne (Cygnus Loop), correspondendo a uma bolha em expansão devido a uma enorme explosão estelar ocorrida há cerca de 15000 anos. Esta imagem obtida com o Hubble permite visualizar as frentes de choque provocados pela explosão da supernova nas nuvens interestelares de gás. Estas colisões aquecem e comprimem o gás, fazendo-o brilhar. Este remanescente de supernova situa-se a 2600 anos-luz de distância na constelação do Cisne. Uma supernova é uma explosão cataclísmica de uma estrela de elevada massa devido ao facto de a estrela já ter consumido todo o seu "combustível" nuclear, não podendo, assim, suportar o peso da suas camadas estelares. A imagem é uma composição de três imagens obtidas separadamente, uma correspondendo a emissão proveniente de átomos de oxigénio (azul), outra a emissão de hidrogénio (verde) e outra a emissão de enxofre (vermelho).
 

Outras Imagens do Dia:
2020-01-23 - Estrela Herbig Ae/be LkHa 198
2020-01-22 - Cadeia de crateras em Ganimedes
2020-01-21 - Galáxia M 87
2020-01-20 - Sírius - A estrela mais brilhante do céu nocturno
2020-01-19 - NGC 6302 - Nebulosa planetária da Borboleta
2020-01-18 - Hodge 301 - Nebulosa da Tarântula
2020-01-17 - Tagus Vallis em Marte
2020-01-16 - Nebulosa M 43 (NGC 1982)
2020-01-15 - Rhea vista por Cassini
2020-01-14 - Tempestades em Saturno


Mais Imagens...