Imagem do Dia: Nebulosa de emissão N 44

2010-03-10

Crédito: European Southern Observatory (ESO).
Telescópio: MPG/ESO 2,2m (La Silla Observatory, ESO).
Instrumento: Wide Field Imager (WFI).
N44 é uma região complexa e já muito estudada na Grande Nuvem de Magalhães. Nesta região, predomina uma nebulosa em forma de anel, associada a um agregado estelar com estrelas muito luminosas. Esta nebulosa emite raios-X, um indício de que várias estrelas de massa elevada terão explodido como supernovas nos últimos poucos milhões de anos. A morfologia desta nebulosa parece ser bem explicada pela acção combinada de ventos estelares muito rápidos e remanescentes de supernovas, bem como formação estelar sequencial. Contudo, a origem e interpretação dos componentes individuais deste ambiente complexo são ainda enigmáticas. Por exemplo, os movimentos do gás ionizado em N 44 são estranhos: não é ainda claro se se trata de movimentos internos do gás nas nuvens de gás e poeira aí existentes, ou se se trata de várias camadas da nebulosa que possuem velocidades diferentes. Observações da distribuição dos diferentes componentes desta região (estrelas, nuvens de gás e poeira, gás ionizado) ajudarão a perceber melhor este ambiente tão rico, mas também tão complexo em N 44.
 

Outras Imagens do Dia:
2019-12-06 - O Telescópio Espacial Hubble
2019-12-05 - Enxame de galáxias Fornax em raios-X
2019-12-04 - Aurora em Saturno
2019-12-03 - Nebulosa planetária Henize 3-1475
2019-12-02 - M 8 - Nebulosa da Lagoa
2019-12-01 - Úrano e alguns dos seus satélites
2019-11-30 - Mimas
2019-11-29 - Nebulosa DR6
2019-11-28 - Nebulosa da Tarântula
2019-11-27 - NGC 4038/39 – Galáxias da Antena vistas pelo Hubble


Mais Imagens...