Imagem do Dia: M 57 - Nebulosa do Anel

2009-07-25

Crédito: NASA & The Hubble Heritage Team (STScI/AURA).
Telescópio: Hubble Space Telescope (NASA/ESA).
Instrumento: Wide Field Planetary Camera 2 (WFPC2).
Localizada na constelação da Lira, a Nebulosa do Anel (M 57 ou NGC 6720) é o exemplo mais conhecido de uma nebulosa planetária. Encontra-se a 2 000 anos-luz da Terra e a sua extensão é de aproximadamente 1 ano-luz. No seu centro, encontra-se o que resta de uma estrela que, em fase final da sua vida, ejectou as suas camadas mais externas para o espaço. Esta imagem revela que aquilo que parece ser um anel em forma de elipse é, afinal, um cilindro de gás visto quase de frente. Estas formas alongadas são comuns em nebulosas planetárias, pois discos espessos de gás e poeira formam uma cintura à volta da estrela moribunda, travando a expansão, nessa direcção, do material ejectado. O caminho mais fácil para o material escapar para o espaço é por cima ou por baixo da estrela. Na imagem, destacam-se ainda numerosas nuvens escuras de poeira, em forma de dedos, que se formaram na periferia da nebulosa. A maioria destas nuvens aponta para fora da nebulosa, para longe da estrela central, devido à pressão da radiação e ao gás ejectado da estrela.

 

Outras Imagens do Dia:
2019-09-20 - A galáxia activa NGC 1068
2019-09-19 - Enxame NGC 7380
2019-09-18 - M 87 - Um jacto extragaláctico
2019-09-17 - Marte visto pela Viking 2
2019-09-16 - A nebulosa Insecto (NGC 6302)
2019-09-15 - Galáxia de Andrómeda
2019-09-14 - Enxame aberto M34 (NGC 1039)
2019-09-13 - Nebulosa da Lagoa (M 8) e da Trífida (M 20)
2019-09-12 - Anéis de Saturno vistos pela Cassini
2019-09-11 - Cassini


Mais Imagens...