Imagem do Dia: Cassiopeia A - Fragmentos de uma estrela

2003-07-03

Crédito: NASA, Hubble Heritage Team (STScI/AURA).
Telescópio: Hubble Space Telescope (NASA/ESA).
Instrumento: Wide Field Planetary Camera 2 (WFPC2).
Há 300 anos, uma estrela na constelação de Cassiopeia terminou a sua vida de uma forma cataclísmica, dando origem a uma supernova. Os restos mortais desta explosão são conhecidos por Cassiopeia A (Cas A). Cas A é o remanescente de supernova mais jovem que se conhece na Via Láctea. A estrela que lhe deu origem era uma estrela de elevada massa, com cerca de 15 a 25 vezes a massa do Sol. Estrelas como esta vivem pouco tempo. Elas esgotam o seu "combustível" nuclear em poucos milhões de anos, cerca de 1000 vezes mais rapidamente que o Sol. Depois de esgotado o combustível, a estrela inicia uma série de processos que a levam à explosão final dramática. As diferentes cores perceptíveis na imagem correspondem a restos onde diferentes átomos estão a emitir. Os fragmentos azuis correspondem a zonas ricas em oxigénio, os vermelhos a zonas ricas em enxofre.
 

Outras Imagens do Dia:
2018-12-13 - Nebulosa da Íris (NGC 7023)
2018-12-12 - Jactos de raios-X na nebulosa "Pata de Cavalo" (M17)
2018-12-11 - Enxame aberto NGC 7129
2018-12-10 - Remanescente de supernova SNR0103-72.6
2018-12-09 - Nebulosa da Roseta
2018-12-08 - M 22 (NGC 6656)
2018-12-07 - Galáxia Whirlpool (M 51)
2018-12-06 - Dois discos em torno de Beta Pictoris
2018-12-05 - Nebulosa planetária Abell 43
2018-12-04 - NGC 2237 - Nebulosa da Roseta


Mais Imagens...