Imagem do Dia: Omega Centauri

2007-12-31

Crédito: Filipe Alves
Telescópio: 10" f/4.7 Skywatcher Newtonian
Instrumento: Câmara Canon EOS 300D
Omega Centauri é uma das jóias do céu do Sul, e em Portugal é um objecto de difícil observação, não chegando aos 4º de altitude máxima em Lisboa. Aproveitando as excelentes condições que os céus Alentejanos proporcionam, o amador português Filipe Alves obteve esta imagem quando este impressionante enxame globular, que na sua totalidade ocupa uma área de céu superior ao diâmetro da Lua, e que se encontra a 16600 anos-luz de nós, se encontrava a apenas 4º45' acima do horizonte. Catalogado por Ptolomeu como uma estrela, e daí o seu nome comum, foi descoberto em 1677 por Edmund Halley, e é o maior enxame globular da Via Láctea. Com uma massa de 5 milhões de massas solares, é cerca de 10 vezes maior que outros grandes enxames, e tem tanta massa como algumas galáxias mais pequenas. Estudos efectuados em 1999 indicam que as estrelas deste enxame não se formaram todas ao mesmo tempo, ocorrendo ao longo de 2 mil milhões de anos, com alguns períodos de actividade de formação estelar mais intensa.
 

Outras Imagens do Dia:
2020-10-31 - Fontes intensas de raios-X em M 101
2020-10-30 - Aglomerado globular M 14 (NGC 6402)
2020-10-29 - Mz 3 - Nebulosa da Formiga
2020-10-28 - Formação de estrelas em L1641N/NGC 1999
2020-10-27 - Nuvem escura RCW 108
2020-10-26 - Enxame aberto M 23 (NGC 6494)
2020-10-25 - Constelação do Escorpião
2020-10-24 - Jactos de raios-X na nebulosa "Pata de Cavalo" (M17)
2020-10-23 - Chajnantor
2020-10-22 - Anéis de Saturno vistos pela Cassini


Mais Imagens...