Imagem do Dia: NGC 5128 - Centauro A

2003-04-19

Crédito: NASA/CXC/M. Karovska et al.;NRAO/VLA/Schiminovich, et al.;NRAO/VLA/J. Condon et al.;Digitized Sky Survey U.K. Schmidt Image/STScI.
Telescópio: Chandra X-Ray Observatory; Very Large Array; U.K. Schmidt.
Instrumento: High Resolution Camera (HRC).
NGC 5128, descoberta por J. Dunlop em 1826, é uma galáxia peculiar, do tipo intermédio entre elíptica e espiral. Forte emissora de radiação rádio, é a radiogaláxia mais próxima de nós e a fonte mais brilhante da constelação do Centauro (por isso obteve o nome de Centaurus A). Esta composição de imagens em raios-X (azul), rádio (verde e cor-de-rosa) e óptico (laranja e amarelo) ilustra a galáxia tumultuosa que é. Uma banda larga de poeira e gás frio forma um disco plano que atravessa o corpo elíptico. Jactos opostos de partículas de alta energia ejectadas pelo buraco negro central de massa elevadíssima bissectam o disco. Dois arcos de gás quente a emitir radiação X, na periferia da galáxia e num plano perpendicular aos jactos, parecem fazer parte de um anel projectado, com 25 000 anos-luz de diâmetro. O tamanho e localização do anel indicam que pode ter sido produzido por uma explosão gigantesca, há cerca de 10 milhões de anos, donde resultariam os jactos de alta energia e uma onda de choque do tamanho da galáxia a propagar-se para o exterior à velocidade de milhões de quilómetros por hora. Outros cientistas sugerem que toda esta actividade foi provocada pela fusão de uma galáxia espiral com Cen A, há 100 milhões de anos, dando origem a um surto de formação de estrelas e à violenta actividade no centro da galáxia.
 

Outras Imagens do Dia:
2018-07-19 - Enxame aberto M 38
2018-07-18 - Nebulosa da Tarântula
2018-07-17 - Aglomerado de galáxias CL0024+1654
2018-07-16 - O observatório VLA (Very Large Array)
2018-07-15 - Marte
2018-07-14 - Nebulosa da Roseta
2018-07-13 - Reull Vallis em Marte
2018-07-12 - Deep Impact pronta para causar "impacto"
2018-07-11 - Galáxia NGC 300
2018-07-10 - Região HII RCW 36


Mais Imagens...