AVISO

Imagem do Dia


NGC 6960 - Nebulosa do Véu (parte Oeste)

Ditos

"Somos irmãos das rochas e primos das nuvens."
- Harlow Shapley


Turismo espacial

2006-03-30
Turismo espacial é uma atividade recente que consiste em aproveitar o interesse despertado pelas viagens espaciais. Realizadas por indivíduos, com propósitos não científicos; mas, de puro lazer. Atualmente o turismo espacial está aberto apenas a indivíduos excepcionalmente saudáveis, sendo o transporte assegurado pelo programa espacial russo através da empresa Space Adventures que detem um contrato de exclusividade para quatro lançamentos com Agencia Federal Espacial da Russia (FKA) até 2007.

Com efeito, o turismo espacial já existe e deverá se tornar lenta e progressivamente a mais importante do setor espacial. Para todos aqueles que tem desejo em conhecer a ausência da gravidade, uma viagem orbital é motivo de um sonho que lhe oferecerá uma vista extraordinária da Terra e das estrelas.

O turismo espacial não dará lucro somente as empresas que irão este novo ramo do turismo comercial, ele contribuirá igualmente para complementar o orçamento das despesas espaciais governamentais. Os mais de 100 milhões de dólares destinados à Agência Espacial Russa por Toyohiro Akiyama, Dennis Tito e Mark Schuttleworth serviu para pagar o salário de centenas de engenheiros e técnicos encarregados dos veículos e das instalações do complexo espacial russo.

Será inútil solicitar recursos dos contribuintes para apoiar esses empreendimentos, pois as receitas obtidas permitirão não somente pagar a atividade, mas gerarão também benefícios que poderão ser investidos favorecendo a inovação e o alargamento de um mercado graças a queda dos preços nas viagens. No momento, o turismo espacial não é acessível a todos, mas eles se tornarão ao alcance de todos um dia. Graças à perseverança de algumas mentes privilegiadas que acreditam no futuro desse novo ramo do turismo se tornará um dos injetores de recursos da economia mundial.

As principais atrações no turismo espaciais são a própria experiência em si, a fantástica sensação de observar a Terra desde o espaço tem sido descrita pelos espaçonautas como extremamente intenso e impressionante. Além de provocar uma aparente e questionável elevação do status quo pessoal, ou seja, a possibilidade de poder dizer eu estive no espaço, o turismo espacial possibilita aproveita as vantagens da ausência de gravidade — potencial para desportos extremos, sexo não convencional, benefícios na saúde, especialmente para pessoas idosas.

Até os dias de hoje, só existem três turistas do espaço: Toyohiro Akiyama, 1990, Dennis Tito em 2001 e Mark Shuttleworth em 2002. Um quarto, Gregory Olsen, deverá visitar a Estação Espacial Internacional em outubro de 2005. O primeiro, Ahiyama, repórter da companhia de televisão japonesa TBS, que pagou 28 milhões de dólares para permanecer durante sete dias na estação soviética Mir, em 1990. O segundo, o milionário norte-americano Dennis Tito (1940-) em 28 de abril de 2001, tornou-se o segundo turista do espaço a bordo da missão Soyuz TM-32. O vôo durou 7 dias, 22 horas e 4minutos e comportou uma acoplagem à Estação Espacial Internacional. Seu vôo lhe custou 20 milhões de dólares. O terceiro, foi o empresário sul-africano Mark Shuttleworth (1973-), primeiro habitante desse continente a viajar ao espaço. Em 25 de abril de 2002, Shuttleworth participou da missão russa Soyuz TM-34, como turista do espaço pela soma de cerca de 20 milhões de dólares. Dois dias depois o veículo espacial Soyuz acoplou-se a Estação Espacial, onde Shuttleworth passou 8 dias, participando das experiências relativas a Aids e Genoma. Em 5 de maio, retornou a Terra. A fim de participar desse vôo, Shuttleworth teve que se preparar durante um ano, sendo dos quais 7 meses na cidade das Estrelas em Moscou. Se bem que Shuttleworth, que reside em Londres, afirme ter sido o primeiro africano a viajar no espaço alguns pesquisadores da história da conquista espacial sugerem que foi o espaçonauta francês Patrick Baudry (1946 -), nascido em Douala, no Cameroun, que esteve no espaço antes de Shuttleworth. Outros historiadores questionam que Baudry foi sempre um cidadão francês, pois quando nasceu o Cameroun era uma colônia francesa.

Turismo lunar

A empresa norte-americana de turismo espacial, Space Adventures Ltd., instalada em Arlington, Virginia, e fundada em 1998, mais conhecida pelo envio de turistas pagantes a Estação Espacial Internacional, possui um programa relativo ao turismo espacial que inclui, além dos dois turistas Dennis Tito e Mark Shuttleworth, uma experiência de gravidade zero no avião russo IL-76, do qual participou o cantor brasileiro Lulu Santos, em 2003. Em 16 de dezembro de 2003, anunciou um contrato com 2 americanos e concordaram em pagar 20 milhões de dólares cada um para fazer uma viagem semelhante em 2004 ou 2005. Em 10 de agosto de 2005 a companhia anunciou planos para enviar qualquer turista que o desejar ir a Lua. O vôo lunar de 5 dias e meio pode ocorrer em 2008 ou 2009 com um custo de cerca de 100 milhões de dólares.

Hotéis espaciais

No fim dos anos de 1990, algumas companhias têm questionado a idéia de criarem hotéis orbitais. Instalados nas estações espaciais, usando para isso estruturas infláveis. Mais recentemente, Robert Bigelow da Bigelow Aerospace planeja lançar o primeiro hotel orbital no início de 2006. Outras companhias tem expressado o interesse em construir “space hotels”. Como por exemplo o executivo da Virgin e o bilionário Richard Branson tem expressado sua esperança de construir um hotel espacial nos próximos anos.

Links a serem consultados: