AVISO

Imagem do Dia


NGC 520

Ditos

"Qualquer tecnologia suficientemente avançada é indistinguível da magia."
- Arthur C. Clarke


As fábricas de estrelas foram mais produtivas no passado

2016-01-26

Créditos: ESO
Não existem perguntas estúpidas. Algumas das questões mais básicas dão lugar às respostas mais interessantes. Por exemplo, porque é o espaço escuro? Para respondermos a esta questão, temos de olhar para as distâncias entre as estrelas, a velocidade a que a luz viaja e como o Universo se tem tornado progressivamente maior.

Utilizando os telescópios ALMA, os astrónomos têm tentado responder à sua própria questão básica: porque nascem mais estrelas em determinadas galáxias? À primeira vista a resposta parece óbvia: galáxias maiores têm maior quantidade de gás cósmico, logo formar-se-ão mais estrelas do que nas galáxias mais pequenas. Afinal de contas, o gás cósmico é o principal ingrediente para formar estrelas.

Apesar de na maioria das vezes isto ser verdade não é, no entanto, regra. Utilizando os telescópios ALMA, os cientistas descobriram que com a mesma quantidade de “matéria prima”, num passado distante, as galáxias conseguiram produzir um número muito maior de estrelas. Milhares de milhões de anos atrás as galáxias eram bem mais produtivas.

A galáxia onde vivemos (a Via Láctea) normalmente forma uma estrela nova por ano. No passado, algumas galáxias conseguiram criar algumas centenas de estrelas por ano!

Apesar de ainda não sabermos, a razão destas galáxias iniciais serem mais produtivas, pensa-se que está relacionada com as colisões cósmicas. As galáxias tinham maior probabilidade de chocar umas com as outras (havia menos espaço e as galáxias eram maiores), o que poderia ter despoletado o efeito de nascerem mais estrelas.

Facto Curioso: As primeiras galáxias formaram-se há 13 mil milhões de anos atrás! Pouco depois do Big Bang!

Este Space Scoop é baseado nos relatórios de imprensa do: ALMA

Link para a notícia original: http://www.spacescoop.org/1602