AVISO

Imagem do Dia


NGC 520

Ditos

"A questão de as leis da matemática estarem relacionadas com a realidade não é uma certeza; o estarem correctas não faz com que estejam necessariamente relacionadas com a realidade."
- Albert Einstein


Nascida em estado selvagem

2013-04-23

Créditos: NAOJ, CFHT, GALEX, Y. Ohyama & A. Hota
Na Via Láctea – a galáxia em que vivemos – as estrelas nascem em casa, de forma segura, rodeadas por protetoras nuvens de gás, macias e imóveis. Mas que diferente é a situação numa pequena galáxia longínqua, a uma distância de 55 milhões de anos-luz! Esta galáxia anã está atualmente voando através de um grupo de galáxias, com uma velocidade impressionante de 1000 quilómetros por segundo. Durante o seu voo, está deixando para trás um longo rastro de gás.

E ao contrário da nossa Via Láctea, as condições neste rastro são o que podemos chamar de bastante extremas. As temperaturas chegam até uma intensidade de 1 milhão de graus e furiosos ventos ciclónicos sopram a uma velocidade impressionante de 4 milhões de quilómetros por hora.

Os astrónomos japoneses descobriram agora que, apesar destas circunstâncias selvagens, conseguiram formar-se estrelas dentro deste rastro. Este tipo de formação de estrelas é diferente de tudo que já vimos na Via Láctea. Aparentemente, algumas estrelas têm encontrado um caminho para se formarem em tais ambientes extremos. Para estrelas da rústica e relativamente segura Via Láctea, isso seria sentir-se como tendo nascido numa montanha-russa dentro de um forno. Não é exatamente uma situação ideal para dar à luz!

Quando ampliaram a imagem de uma destas vigorosas estrelas dentro do rastro, os astrónomos descobriram outro facto surpreendente: estava a soprar fluxos de gás a uma velocidade assombrosa de 160 quilómetros por segundo. Estas estrelas extragaláticas são verdadeiramente umas companheiras selvagens e exóticas! Em relação a elas, o nosso Sol é uma tranquilidade!

Facto Curioso: Esta galáxia está atravessando a grande velocidade o enxame de Virgem. Um enxame é um conjunto de galáxias que estão juntas. A nossa Via Láctea faz parte de um outro enxame, chamado Grupo Local.

Este Space Scoop é baseado Nota de Imprensa Científica do NAOJ

Link para a noticia original: http://www.unawe.org/kids/unawe1329/